quinta-feira, 26 de junho de 2008

Madrugada

Cat Power, madrugada,frio.. perfeito para tentar "sentir" algo, é na madruga que realmente sinto a ira da minha prepotência ,da minha autodestruição...sinto como o pior ser desse mundo.Lágrimas sempre caem ...toda noite,acho que é a minha vida fugindo lentamente lágrima à lagrima,tentando escapar dos montros que se escondem em cada milímetro do meu corpo, que se alimentam das minhas piores faces,a "Rafa" que bate, que fuma, que bebe...Mas creio que essa seja realmente como me sinto, entorpecida.Meus pensamentos são como o cigarro tao breve mas tão mortais,e também me embreagam como a bebida que me rasga a garganta.Um tiro ,somente um ,era[ou sera "ainda"?] que eu tanto buscava ,ouvir o suspiro da morte no seu ouvido e depois o nada[será?]...Atraente?Talvez...O vazio me ataca sempre, um vazio tão cheio de desilusões,raiva,prepotência,medos...medos ,principalmente eles.Porque eles me atormentam tanto?Já nao basta toda minha fraqueza que os ofereço?Até minha sanidade to oferecendo... mas eles continuam ali me... me tocando .A única coisa que eu sinto é dor,justamente ela que tanto repudio...mas creio que o que mais me doa é tentar "guardar" tudo isso ,num lugar onde antes era habituado à uma miseravel vida,pequenininha....

2 comentários:

(don't) Readback disse...

PERFEITO!!


*______*~

(don't) Readback disse...

Perfeito o momento, os sentimentos.
tudo! A forma que descreve!

até mesmo o medo, que repudio.

...
- sem palavras -